Dra. Thereza Christina Machado de Godoy

Presidente da APM São Bernardo e Diadema

“Projeto inédito em nossa região, que vem contemplar a intensidade do acometimento mental e emocional enfrentado pela classe médica na pandemia que assola o planeta, a APM SBC/D sente-se honrada em participar junto às suas coirmãs. Médicos em sua totalidade, queixam-se de enorme pressão frente ao devastado cenário criado pelo COVID-19, desenvolvendo diversas patologias que podem refletir negativamente no atendimento aos pacientes e em seu seio familiar. O COVIDAmente é uma pesquisa sigilosa, aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa do Centro Universitário–FMABC e analisada por psiquiatras com trabalhos desenvolvidos nos municípios do Grande ABC. Cumprindo mais uma vez o seu papel no associativismo, a APM tem a oportunidade única de oferecer apoio e suporte aos nossos médicos, tão duramente afetados no contexto vigente. Vamos cuidar de quem cuida da saúde da população!”

Dr. Newton Ota Takashima

Presidente da Associação Paulista de Medicina Santo André, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

“Toda a sociedade está sob forte tensão com esta pandemia, mas os médicos estão vivenciando mais fatores estressantes ainda, como a sobrecarga de trabalho, a maior exposição ao vírus, a expectativa que a sociedade deposita sobre ele e o dever de ele tentar acalmar pacientes e familiares, mesmo estando tenso. As três regionais da APM do Grande ABC querem ajudar a cuidar desse profissional que tanto cuida dos outros, por isso precisamos do conjunto de respostas ao programa COVIDAmente, realizado em conjunto com a clínica Facili, para nortear nossas ações de apoio.”

Dr. Júlio Abdala Calil

Presidente da APM São Caetano

“Nos médicos já tivemos um período longo para nossa formação e agora um novo desafio nos ronda. Quantos de nós temos que conviver com a covid como se fôssemos imortais. Nossa saúde emocional está pedindo socorro, mas um socorro imediato, daqueles que um segundo é fundamental para nossa existência como seres humanos, que deixamos de ser faz tempo. Não poder voltar para sua casa abraçar seu pai, sua mãe, sua esposa, seus filhos ou até seu animal de estimação é muito cruel. Foi pensando nessa situação que nós da APM São Caetano do Sul, Santo André e São Bernardo do Campo, em conjunto com o grupo Facili, fizemos o programa COVIDamente. Com esse estudo, poderemos auxiliar os nossos médicos a suportar toda essa pressão, até que a vacina abranja toda a população. Somos os soldados em uma guerra e não temos chance de erro, assim temos que manter nosso equilíbrio. Contém com nosso apoio, estamos literalmente no mesmo barco!”

Responda à pesquisa COVIDamente: https://covidamente.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *